I have a politic view

Vendo nas redes socias e conversando com amigos, pude perceber uma coisa que está acontecendo muito, uma coisa que é muito boa, mas que está se mostrando desastrosa na hora de ser expressada: a politização precoce. Isso por um lado é muito bom, pois incentiva o debate, a leitura, a pesquisa, tanto de assuntos para enriquecer uma conversa, quanto de um candidato para a escolha do voto.
Por outro lado, o ponto negativo disso tudo é como estes jovens estão expressando seus pontos de vista. Estes não estão sendo baseados em ter um melhor argumento para vence um debate, ou, sugestões para chegar a um consenso com a pessoa de idéias diferentes. Essa expressão vem em forma de agressão, muitas das vezes física, na tentativa de desmoralizar e de desacreditar a posição do outro, a opinião do diferente não é mais apenas desigual, é errada, tudo que é diferente do que eu penso está errado, se tem uma visão política diferente da minha está errado, é maluco. E não apenas na parte política, em todas as áreas isso acontece, música, religião, muito forte nesta, embora, entre os jovens o preconceito contra religiões divergentes esteja diminuindo.
Falo da política com mais ênfase, pois converso com meus amigos, converso com pessoas diversas, (tenho 19 anos), e porque no ano passado tiveram as eleições para prefeito, e podemos ver com clareza o que estava acontecendo. Nos debates que aconteceram o que se via era apenas ataques, feitos entre os dois maiores candidatos, Eduardo Paes(PMDB) e Marcelo Freixo(PSOL), o que um fazia era apenas atacar e atacar, para tentar desmoralizar o adversário. Nas propagandas, o foco não eram os projetos e sim apontar defeitos, apontar falhas, mostrar escândalos, debochar. Quero deixar claro que não expresso minha preferência para nenhum dos dois, quero apenas apontar o que houve.
E o que se via, nas redes sociais, ruas, era apenas o ódio, gratuito.
Outra coisa muito comum que ocorre, em época de eleições, é, os defensores de um candidato falarem que só ocorrerá a “grande festa da democracia”(eleições diretas) se o defendido ganhar, se o outro vence, é fraude, é ditadura, é isso e aquilo, mas democracia não é, só é, se o meu for eleito.
Fugindo um pouco do âmbito direto da política, mas que está interligado é a crítica da juventude pseudo-intelectual, aos canais de televisão, hoje se eu assisto a um determinado canal sou alienado, se mudo, manipulável, se tento novamente trocar, sou um burro. Essas pessoas fazem parecer que os canais de televisão obrigam todos a verem a programação, que não temos escolha. Acho que vivem no mundo de “1984”(Orwell, George. 1949), em que as ‘TVs’ ficavam ligadas direto, monitorando tudo que a população fazia, (aliás, o livro é ótimo), mas isso não ocorre, temos a liberdade de mudar de canal, de desligar, temos a liberdade individual, se eu quiser ver um programa que você acha horrível e fala que manipula, me influencia, foda-se(me desculpem), eu vou ver. Se você não gosta, não veja. E querer que a emissore tire do ar, em nome da liberdade de expressão que você tanto defende, não faz o menor sentido.
Outra coisa que eu vejo, é a capacidade desses mesmos jovens, de verem ligação em tudo. Exemplo, o candidato do partido A venceu, mas ele só venceu porque a emissora B o apoiou e denegreiu a imagem do candidato C, porque essa emissora te manipulou. Você só usa tênis dessa marca porque na TV, que te manipula e influencia, falou que se você usar vai ser melhor pra sua vida. Tem dinheiro e comprou algo que queira, você é um consumista desenfreado que oprimi a popolação pobre. Tem dinheiro? Conseguiu com trabalho escravo em minas de carvão, o fato de ser o primeiro a chegar, o último a sair da empresa, fazer horas extras, trabalhar o dobro da maioria, não significa nada. E após de dito tudo isso, quando pedida a fonte para esses ‘intelectuais de facebook’, eles( não todos ), respondem: “Tudo mundo sabe disso”. Po, eu não sabia.
O que quero dizer aqui é que parem com o ódio gratuito para com os que pensam, agem diferente. Só porque ele vota em outro candidato, ele não necessariamente é a favor da ditadura, só porque ele assiste a um canal de TV que você não gosta, não quer dizer que é manipulado pela ‘Grande Mídia’, só porque ele tem as coisas que quer, e foram compradas com dinheiro honesto, claro, não quer dizer que ele é um consumista desenfreado, se chegou a uma condição financeira alta, não implica que ele usa trabalho escravo em minas de carvão.
Se politizar é legal, estudar, ler, pesquisar, debater, discutir, argumentar, é muito bom, mas deve ser feito com moderação, mostrar pra alguém porque você acha que está certo, é ótimo, mas impor o que pensas e ter a certeza que tudo diferente de ti é errado, não é legal, pense duas vezes antes de condenar alguém diferente. Em todos os aspectos.
Obrigado.

Anúncios

~ por Cervesia em março 2, 2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: